Ampliar a educação a distância é meta da atual gestão da Enamat

A Enamat inaugurou no ano passado o processo de educação a distância para juízes do trabalho, titulares e substitutos, ocasião em que realizou curso de formação de professores para atuação nessa modalidade e desenvolveu com êxito o Curso de Formação Continuada em Administração de Vara do Trabalho, que atingiu o total de 1.122 juízes capacitados.

O curso a distância de Administração de Vara do Trabalho foi realizado em três edições, nos períodos de 28 de junho a 20 de agosto de 2010 (primeira edição), 13 de setembro a 6 de novembro de 2010, 4 de outubro a 29 de novembro de 2010 e 18 de outubro a 13 de dezembro de 2010 (segunda edição) e 25 de abril a 13 de junho de 2011 (terceira edição), num total de 37 turmas. Na primeira edição, o curso foi piloto, destinado aos juízes que haviam sido formados como professores de EAD.

A educação a distância (EAD) tem sido adotada hoje em cursos de todas as áreas do conhecimento e vem conseguindo obter altos índices no alcance dos objetivos de ensino-aprendizagem. A EAD apresenta diversas vantagens, entre as quais a redução gradativa dos custos, o alcance de maior número de alunos, a garantia da permanência no meio profissional, a quebra de barreiras de espaço e tempo pelo aluno, maior atendimento ao ritmo de aprendizagem e grande possibilidade de interação dos alunos e entre estes e seus tutores ou professores. Na educação a distância da Enamat, as atividades, por serem assíncronas, prescindem de hora específica para sua realização.

É amplamente reconhecida na atualidade a importância da EAD, e seu crescimento é inegável, mostrando que a utilização dessa metodologia tem caráter irreversível, em razão das inúmeras contribuições que oferece e pelo fato de cada vez mais o mundo virtual se associar à vida cotidiana.

A Enamat deu um salto crucial com a introdução dessa nova tecnologia em sua ação educacional e agora pretende dar continuidade ao seu projeto, como também impulsionar a utilização da EAD para obter números crescentes de magistrados formados com qualidade.

Segundo o Ministro Aloysio Corrêa da Veiga, Diretor da Enamat, a meta será alcançar até o final de sua gestão, em 2013, cem por cento dos magistrados capacitados por meio de EAD, incluindo os que atuam no primeiro e segundo graus de jurisdição.

Para o Ministro Aloysio, “é indispensável que a educação a distância seja também utilizada pelas Escolas Judiciais e que todos os dirigentes dos Tribunais Regionais despertem a consciência para a importância da EAD e invistam na execução de cursos em suas Regiões, assim como demonstrem empenho para incrementar o número de inscritos nos processos de formação”.

Veja a seguir o gráfico com dados percentuais, por Região, de juízes do trabalho, titulares e substitutos, capacitados nas três edições do Curso de Formação Continuada em Administração de Vara do Trabalho, modalidade a distância, em comparação com os magistrados em atividade, e a tabela com a análise do alcance dessas três edições.

 

GRÁFICO – Percentual de Juízes Titulares e Substitutos capacitados com aproveitamento, em relação ao total de Juízes ativos, por Região, nas três edições do Curso de Formação Continuada em Administração de Vara do Trabalho – EAD

GRÁFICO – Percentual de Juízes Titulares e Substitutos capacitados com aproveitamento, em relação ao total de Juízes ativos, por Região, nas três edições do Curso de Formação Continuada em Administração de Vara do Trabalho – EAD

 

TABELA - Análise do alcance das três edições do Curso de Formação Continuada em Administração de Vara do Trabalho – EAD

TABELA - Análise do alcance das três edições do Curso de Formação Continuada em Administração de Vara do Trabalho – EAD

E-mail: enamat@enamat.jus.br